O que são runas?

Ligia Raido

As Runas são signos alfabéticos de uma escrita cujos vestígios mais antigos datam do período neolítico.  Eram usadas na demarcação de túmulos, inscrições sobre pedras, armas (espadas e escudos), na entrada das casas, na poesia, etc. Compuseram linguagem escrita, possuindo cada uma delas um som e significado próprios. Cada runa está ligada a uma ideia, um sentimento, um momento, etc., e estão ligadas a deidades da mitologia nórdica. E cada símbolo emana uma energia especifica quando utilizado.É difícil dizer com exatidão a origem deste alfabeto, sabe-se que foram utilizados pelos velhos povos europeus (celtas, germanos, escandinavos, saxões).

As origens da palavra runa podem ser encontradas no antigo nórdico run, no neo-islandês runar ou no alemão arcaico runa. Tais palavras, por sua vez derivam da palavra raiz indo – europeia ru, que podem significar “mistério” e/ou “segredo” e do alto alemão arcaico runer, geralmente traduzido como confidência.

Vê-se pelas várias origens de seu nome que ela foi usada por vários povos, percorrendo assim uma boa parte do continente europeu.

O primeiro sistema rúnico conhecido é o alfabeto Futhark (chamado Futhark Antigo), composto de 24 runas, divididas em 3 famílias de 8, chamadas Aettir. Seu nome deriva das primeiras 6 runas que o compõem e supõe-se que seu surgimento tenha ocorrido em 200 a.C.

Devido ao seu grande poder tornaram-se também um oráculo. É um oráculo de ação rápida, tendo um período de orientação de dois a seis meses e trata suas questões de forma objetiva.

Anúncios