Lugh

Ligia Raido

il_340x270.212339243Lugh / Lug / Lugus: Um dos grandes heróis da mitologia irlandesa, Lugh era filho de Cian (neto por parte dos Dananns de Dian Cecht) e de Ethniu, filha de Balor, rei dos Fomorianos. Uma profecia dizia que Balor seria morto por seu neto. Para evitar esse destino, mandou dar fim nos netos, mas Lugh sobreviveu e foi criado por Tailtiu, sua mãe adotiva. Sua festividade é Lughnassadh, a festa da primeira colheita.

Ficou conhecido como “Lugh Lámfada” – Lugh dos braços longos e “Lugh Samildanach” – Lugh, o artesão múltiplo. Lugh é o Deus dos ferreiros, cujo domínio incluía a magia, as artes e todos os ofícios em geral, seu nome significa “Luz” – belo como o Sol. Guardião da espada mágica e da lança invencível, vinda da cidade de Gorias, um dos quatro tesouros dos Tuatha Dé Danann.

Ele descende de uma linhagem mista — Tuatha e Fomore —, mas foi com sua imprescindível ajuda que os primeiros conseguiram derrotar os segundos. Sua mãe é Tailtiu, a própria Irlanda. Ele é o guerreiro mais completo de toda a ilha, pois sua habilidade com as armas se une a maestria em diversas atividades, como ferreiro, carpinteiro, poeta, historiador, estrategista militar, artista, druida, medico e metalúrgico, entre outras.

Da profundidade de seu culto, diversas cidades da Europa adotaram nomes cuja origem significa cidade de Lugh ou dedicada a Lugh. É o caso de Lyon, Leyden e Lugo. A idéia de que os guardiões protegiam e defendiam o Planeta Terra, com certeza veio dos pensamentos celtas, pois fica explicito nos estudos que procedem do deus Sol, LUGH.

A51_1Lugh é um Deus Celta, representado em muitas Lendas Irlandesas como sendo o triunfo da Luz sobre a Escuridão. Ele é o Guardião legítimo da Lança Mágica de Glorias e era particularmente associado ao uso da funda (arma feita de pele de animal com a qual se lançam pedras), com a qual matou o seu terrível adversário, Balor.

Lugh é um Deus que está presente em todos os grupo de deuses (Panteões) Celtas. Em Gaulês antigo tinha o nome de Lugos, e ao longo do resto da Ilha Britânica, é conhecido como Lug. As Histórias e mitos sobre ele diferem em cada região onde é reverenciado de inúmeras formas e através de diferentes ritos.

Principalmente conhecido como Deus do Sol, Lugh também é um Deus Guerreiro, da Medicina, Druida, Bardo, Ferreiro, Cervejeiro, entre outras coisas.

As suas funções identificam-no como um Deus da Guerra e das Artes Mágicas, mas os poetas e todos os artistas também são por ele beneficiados, juntamente com os guerreiros e os magos. As suas armas sagradas em todas as tradições são a funda e a lança. No folclore Irlandês ele é o Pai do grande Herói Cuchulain.

Lugh é um Deus do céu e está fortemente ligado com o fogo, com o Sol e com o tempo. Em várias representações suas, Ele aparece com um Torc e uma lança brilhante, que por vezes aparece como sendo um raio.

Ele é o Deus de todas as habilidades, artes e da excelência em todo o empenho imaginável. Ele é visto como o Protetor e Guia do seu Povo. Animais que lhe são especialmente sagrados são as águias e os corvos que mantêm vigia sobre tudo aquilo que acontece na Terra. A sua Árvore Sagrada é o Freixo.

Fonte:

http://wiccamanaus.blogspot.com.br/2013/08/dia-do-deus-celta-lugh-0108.html

6º Chakra – Ajña Ajña

o eremita

6º Chakra – Ajña  Ajña (Chacra Frontal) images

 Nome em sânscrito: AJÑA (“O Centro de comando”)

Mantra: Om.

Pétalas: 32.

Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.

Cor: Azul Índico.

Elemento: Todos os elementos.

Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.

Qualidades Positivas: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.

Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão.

O Ajna (Centro de controle, em sânscrito) é mais conhecido do como terceiro olho. Isso quer dizer que ele está na testa, entre as sobrancelhas, e vinculado à glândula pituitária ou hipófise. Apresenta cor índigo, branco-azulado, amarelo ou esverdeado.

Ele controla todos os outros chacras, é dele que saem todos os comandos para o corpo todo; também cuida do lobo frontal, que representa a nossa porção lógica, pensamentos, nossa aprendizagem, observação e intuição. O chacra frontal também representa o corpo celestial e é responsável pela saúde dos olhos e do nariz.

Quando está saudável, o ajna tem capacidade de clarividência e expande a intuição. Ele é fácil de ser trabalhado, pois o usamos muito no dia a dia pela visão. Normalmente, a sua atividade pode ser sentida por uma vibração ou sensação de calor na testa. Esse chacra também representa a dualidade e os dois hemisférios do nosso cérebro, é representado com duas pétalas.

Há diversas disfunções nesse chakra, como um excesso de pensamentos, ideias que se acumulam e não são colocadas em prática, desorganização, falta de foco. Fisicamente, a pessoa pode sofrer com sinusite, que é a somatização dessa congestão mental. Também pode aparecer a sensação de pânico, dores de cabeça, até problemas mentais. A meditação é uma ótima forma de esvaziar a cabeça e limpar o chacra frontal.

Gostou? Comente, de sugestões de novos temas!

Abraço Gratidão.

315338_10200279771090804_1881779686_n

Magia Cigana da Ferradura 

coração ciganoPegue um ferradura  e amarre 7 fitas coloridas (uma para cada furo, se não houver 7 furos amarre no meio da ferradura).

Nas 3 primeiras fitas amarre em cada ponta uma estrela de cinco pontas (símbolo feminino).

Na fita do meio coloque uma ½ Lua (Lua crescente).

E nas 3 ultimas amarre em cada ponta uma estrela de seis pontas (símbolo masculino).

Passe alfazema (perfume ou essência) em tudo. Depois de tudo pronto passe 7 vezes no fogo (que pode ser o do fogão).

Coloque a ferradura na porta de entrada da sua casa, ou onde a intuição mandar!

images

Nesta posição tiram-se energias negativas da casa.

 

 images - Cópia

Nesta posição atrairá prosperidade.

 

images - Cópia (2)

Esta posição deve ser colocada quando houver um gestante na casa, pois trará sorte e proteção a gravidez.

Esmeralda de La Luna

5º Chakra – Vishuddha

o eremitaChegamos ao 5º Chakra – Vishuddha VISHUDDHI CHAKRA IMAGE

(Chacra Laríngeo)

Nome em sânscrito: VISHUDDA (“O purificador”)

Mantra: Ham.

Pétalas: 16.

Localização: Na garganta.

Cor: Azul claro.

Elemento: Éter.

Funções: Som, vibração, comunicação.

Qualidades Positivas: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.

Qualidades Negativas: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.

Batizado como Vishuddha (O purificador do sangue, em sânscrito).

Está localizado na garganta e é responsável pela comunicação, pela expressão das ideias, verbalização e concretização de projetos. Fisicamente, cuida da boca, garganta e vias respiratórias. As mãos e os braços são extensões físicas do chakra da garganta, pois são com eles que trazemos as ideias para o plano material, colocando a mão na massa.

O Laríngeo representa o corpo etérico padrão e apresenta cor azul-celeste, lilás, branco prateado ou rosa. Quando apresenta boa saúde e desenvolvimento, facilita a psicofonia e a clariaudiência. É considerado também como um filtro energético que impede que as energias emocionais cheguem até os chacras da cabeça.

Quando apresenta desequilíbrio, pode causar dor de garganta, dores de dente e/ou gengiva.

Gostou? comente, deixe sua opinião, sugestões de mais temas!

Abraços, Gratidão até a próxima.

315338_10200279771090804_1881779686_n

Falando com as Runa (1)

Saudações!

Hoje vou falar de uma deusa pouco conhecida, trata-se de Sif, a deusa dos cabelos dourados.

sifComo regia a beleza, o amor, a fertilidade, a fidelidade, a vegetação e, principalmente, os campos de trigo maduro, diziam que, em noites quentes de verão, quando Thor e Sif fazem amor, raios caiem sobre os campos e aceleram o crescimento dos grãos. Sif representa, portanto, a riqueza, a colheita, o bem-estar familiar e a paz entre as tribos.

Sif era lindíssima e tinha cabelos longos e belos que iam até seus pés. Thor também tinha muito orgulho de sua maravilhosa esposa e seus cabelos compridos.
Porém um dia a encontrou sem cabelos, totalmente careca e ficou furioso. É óbvio que rapidamente soube que Loki tinha feito essa maldade. O trapaceiro como sempre pediu perdão assim que Thor o capturou, e prometeu cabelos novos, lindos deslumbrantes quanto os que ele cortou.

Loki procurou o anão Dvalin e implorou que ele ajudasse e fizesse novos cabelos para Sif além de um presente para Odin, pois ele sabia que o Rei de Asgard estava furioso.
Depois de muito insistir Dvalin ajudou Loki e fabricou a lança Gungnir, que nunca erra o alvo, construiu o navio Skidbladgar que podia navegar por mar, céu e terra, e podia ser dobrado até caber na palma da mão e com fios de ouro, fez cabelos para Sif. Quando ela os pôs na cabeça, começaram a crescer como se fossem seus antigos cabelos, só que mais iluminados e bonitos.

Algumas fontes dizem que ela é Vanir, outras que é Aesir. Os estudiosos não conseguem chegar a um consenso a esse respeito.

Não existem muitas fontes sobre os pais e ela aparece pouco nas Eddas, porém é óbvio que tem muita importância. Para o povo nórdico as colheitas tinham de ser abundantes, pois no resto do ano a terra congelava.

(Texto de Helena Pereira)

Acredito que Sif, por ter sofrido uma violência (o corte de seu cabelo), protege as mulheres que de alguma forma também sofreram algum tipo de violência ou desvalorização (e isso é meu atendimento, a minha vivência e conexão com essa deusa). Busque conexão com Sif quando quiser trabalhar com beleza, ou mesmo quando sentir-se sozinha ou desvalorizada.

Até breve!

4º Chakra – Anahata

o eremitadownload4º Chakra – Anahata

(Chacra cardíaco)
Nome em sânscrito: ANAHATA (“Invicto”; “Inviolado”)
Mantra: Yam.
Pétalas: 12.
Localização: Coração.
Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).
Elemento: Ar.
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.
Qualidades Positivas: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.
Qualidades Negativas: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.

Os hindus deram o nome de Anahata (Câmara secreta do coração), e, pela tradução do sânscrito, fica fácil de saber onde ele está – na região do coração, no centro do peito. O chacra cardíaco apresenta cor verde e amarelo-ouro.

Considerado o centro do amor e canal de expressão dos sentimentos, também está vinculado ao equilíbrio, ao amor universal, à compaixão, ao altruísmo e, fisicamente, ao sistema imunológico.
O chacra do coração tem a função de equilibrar as energias de todos os outros chacras, pois está no centro, tendo abaixo dele três chakras inferiores ligamos a terra, e acima, três chacras superiores, mais sutis e associados ao plano espiritual. É o coração é a conexão da espiritualidade através da matéria.
Se for bem desenvolvido, torna-se um canal de amor para o trabalho de assistência espiritual. Se bloqueado, a pessoa sente depressão, angústia, irritação, pontadas no peito, é excessivamente materialista e apegada.

Curta, comente, de sugestões para os próximos posts!
Compartilhe suas experiencias.

Mago Diego

315338_10200279771090804_1881779686_n

Algumas Curiosidades Sobre Os Ciganos

coração cigano

252A Buena Dicha: A Buena Dicha, ao pé da letra, significa “A boa sorte, as boas falas”.

Quando se diz que uma cigana vai ler ou fazer as “buenas dichas”, significa que ela vai ler a sorte nas linhas das mãos de alguém, ou no carteado.

Segundo o conceito cigano, principalmente de clãs como o dos Kalóns, os homens quedam-se fazendo serviços mais pesados, o artesanato e artefatos de cobre, enquanto as mulheres ciganas saem às ruas fazendo a buena dicha.

Aos homens também cabem oráculos, como a dominomancia (sorte através do dominó) e a dadomancia (oráculo que utiliza os dados). As mulheres, geralmente, predizem o futuro utilizando a cafeomancia, teomancia (leitura pelas borras de café e chá, respectivamente.), cartomancia, quiromancia, além de outras técnicas. A partir dos 12 anos é esperado que as ciganas sejam iniciadas nas mancias.

Transmissão dos Ensinamentos: Segundo as tradições ciganas, cabe à mãe ensinar sua filha primogênita tudo sobre os conceitos ciganos, bem como as mancias, assim como cabe ao pai ensinar seu filho primogênito.

Vestuário: Os ciganos são muito rigorosos em relação a algumas regras de conduta e vestuário.

As mulheres ciganas podem ostentar, orgulhosamente, o colo, que representa, de forma sagrada, a fertilidade, mas, jamais devem exibir a barriga e as pernas.

Os homens sempre vestindo calças, procuram, em sinal de respeito, encobrir suas pernas.

Ciganas casadas usam lenços amarrados sobre suas cabeças e, se viúvas, esses lenços são negros.

Os homens usam chapéus ou lenços, havendo, também os lenços amarrados à cintura, havendo diferenciais, também, em relação à cor e à posição do nó.

Divisão de serviços: As mulheres se encarregam de serviços como a cozinha, a limpeza da casa e, conforme dito, a buena dicha. Cabe ao homem os serviços pesados, como carregar móveis, cortar e carregar lenha, e demais serviços braçais.

Magia: Para os ciganos tudo é magia e o que é, aparentemente, um simples bailado é, para eles, um verdadeiro ritual, repleto de significados, indicados, principalmente, por alguns movimentos das mãos, por exemplo.

Respeito à Natureza e Animais: A Natureza é considerada sagrada, pelos ciganos, bem como os animais. Eles não toleram nenhum tipo de devastação, desrespeito e maus tratos.

Crianças e Idosos: As crianças e idosos também são considerados de extrema importância. Em uma refeição cabe à cigana, dona da casa, servir, primeiramente, os idosos e as crianças.

Rituais Ciganos: Os ciganos NÃO toleram derramamento de sangue em seus rituais. Seja sangue humano ou de animais. Tudo que é utilizado em rituais ciganos remete à vida, ao respeito e à natureza. Eles não sacrificam animais para a realização de seus rituais.

Religião: Os ciganos não possuem uma religião definida. Eles definem sua religião como a LIBERDADE.

Ser cigano não é pertencer a uma religião, é pertencer a uma etnia ou admirá-la, bem como à sua cultura. Os ciganos, desde os primórdios, por onde andam, assimilam a religião local, para uma convivência pacífica com seus habitantes.

Encontraremos ciganos católicos, hindus, muçulmanos, protestantes, etc., por aí.

Origem Cigana: Não há, também, a despeito do que se diz, um país que possa ser definido como “O País de origem dos ciganos”. Uma vez que muito pouco de sua história foi documentada, é impossível saber, ao certo, a que nação pertence os ciganos.

Na verdade, enfim, como diz o lema desse povo incrível: ”O Céu é meu teto, a Terra é minha pátria e a Liberdade é minha religião.”

Renata Demétrio