Feitiço rúnico para revelar a verdade

Falando com as Runa (1)Saudações!

Hoje quero passar para vocês um feitiço rúnico muito simples para a revelação do que está oculto, a revelação da verdade.

Perth é uma runa que está associada ao futuro, aos mistérios, aos segredos. Perth também traz uma forte energia de revelação, e o seu maior e mais difícil aprendizado é o de não se decepcionar com a verdade, com as descobertas.

downloadVocê irá precisar de uma vela palito de cor branca, vai desenhar o símbolo na vela e pedir para que a força daquele símbolo traga a verdade para a questão que desejar, se quiser descreva a situação. Acenda a vela e aguarde. Se quiser trabalhar com a energia de alguma deidade, trabalhe com as Nornes, que são as fiandeiras do destino e estão diretamente ligadas a runa Perth.

Faça esse feitiço se realmente sentir que é necessário. E lembre-se de não se decepcionar com a verdade que ele irá lhe mostrar.

Para saber mais sobre runas e sobre feitiços fique ligado em nossa página de agenda e nas redes sociais. Lembrando que estamos com as inscrições abertas para o workshop de imersão à feitiçaria.

Anúncios

Tchayo – O tradicional Chá Cigano

coração ciganoSegue abaixo a receita do tradicional “Tchayo Cigano” (chá cigano).

A intenção é fazermos e darmos para o maior número de pessoas beberem, pois o preparo do chá na realidade é um ritual para lhe trazer paz, saúde, amor, prosperidade, bons fluídos, evolução e todas as coisas maravilhosas que a energia dos ciganos nos traz. Sendo assim, vamos compartilhar esta receita muito gostosa de fazer para que vocês possam fazer por conta própria também.

Lembre-se: a ideia não é fazer o chá para beber em casa normalmente. É fazer o chá para que o maior número de pessoas compartilhe isso com você, ou seja, uma reunião familiar, um ritual cigano no templo ou espaço místico de vocês, enfim… 1381250099222.jpg.opt567x368o0,0s567x368

 Tchayo Cigano

1 1/2 litro de água

3 paus de canela

4 cravos da índia

3 colheres de sopa de chá mate

Açúcar a gosto

1 limão picado em quatro

1 maçã picada em cubos pequenos sem casca

1 ameixa picada

7 gomos de uva rubi

7 morangos

7 damascos

1 figo picado

1 caqui picado

 Modo de preparo:

Coloque num recipiente a água, o mate, o cravo e a canela e deixe ferver.

Num outro recipiente coloque o limão cortado em 4 com casca.

Coe o chá fervido em cima e adoce a gosto.

Coloque todas as frutas picadas e retire os limões.

Deixe amornar.

Pra que ele funcione lhe trazendo prosperidade deve ser feito e servido para o maior número de pessoas, quanto mais se divide o chá mais prosperidade se atrai.

Sirva os copos e antes de todos tomarem vire as duas palmas das mãos para cima buscando as bênçãos, depois coloque a mão direita em cima da xícara e a esquerda por cima da mão direita, ai faça seus pedidos de prosperidade, ai pode se tomar o chá e comer as frutas.

É um chá muito saboroso!

Quanto às frutas cada uma tem um significado, então vc pode variar conforme seus pedidos. Procurar sempre colocar frutas de cores vermelhas e alaranjadas e não usar nada cítrico.

SIGNIFICADO DOS INGREDIENTES E FRUTAS

CRAVO e CANELA unidos: oferece abertura de caminhos e proteção

LIMÃO: corta as energias negativas

MAÇÃ: voltada ao lado espiritual, conhecimento e sabedoria. É a fruta de Santa Sarah Kali

AMEIXA: amor maternal e criatividade

UVA RUBI: poder da consciência, fertilidade

MORANGO: representa o coração, amor e felicidade

DAMASCO: vitalidade e afrodisíaco

FIGO: elevação espiritual, amor universal.

CAQUI: vitalidade e afrodisíaco.

OPÇÕES DE FRUTAS

PÊRA: imortalidade e boa saúde

ROMÃ: prosperidade, dinheiro e fartura

AMORA: intuição

MELANCIA: prosperidade e fertilidade

CEREJA: volúpia e amor

MELÃO: renascimento e força física

Retirado da Internet

 

A sociedade medieval viking

Falando com as Runa (1)

Algumas coisas que a sociedade atual deveria aprender com a sociedade medieval viking, dadas suas devidas proporções, é claro:

1- Mulheres eram mulheres, não tinham sovaco ou pernas peludas, não andavam com os peitos de fora e eram valorizadas socialmente de igual para igual, inclusive com suas obrigações militares. Mulheres vikings guerreiras eram comuns, geralmente só se abstinham de participar de combates quando engravidavam. De forma nenhuma eram vistas como “frágeis”, já que na concepção dos vikings, pessoas de aspecto frágil eram indesejadas. Todos os direitos políticos e sociais eram iguais para homens e mulheres. O título de Jarl (equivalente a lorde) podia ser atríbuído a homens e mulheres, o mesmo com “senhor e senhora da guerra”. Nenhuma posição era vetada às mulheres, mas aos homens sim, as altas sacerdotisas dos deuses (anjos da morte) só podiam ser mulheres, homens podiam no máximo chegar à sacerdotes e uma espécie de xamã que temos traduzido do norse apenas como “vidente”.
2- Os escravos e trabalhadores livres eram protegidos por leis severas contra possíveis abusos por parte de seus senhores. Os governantes tinham total responsabilidade com o povo, caso estes não conseguissem promover progresso àqueles cujo estavam sob seu governo, poderiam ser desafiados por qualquer cidadão livre. Os julgamentos eram com votação aberta incluindo todos os integrantes da sociedade à excessão dos escravos, que apenas podiam opinar.
3- A sociedade viking não tinha tempo para preconceitos, guerreiros que perdiam membros em combate usualmente usavam ganchos e pedaços de metal na tentativa de substituir membros amputados. O Rei Ivar – O Sem Ossos nasceu com uma severa deformação nas pernas, tanto que ele era carregado pelos seus soldados em cima de um escudo. Ivar invadiu a Nortúmbria e durante essa época foi descrito como um guerreiro habilidoso, mesmo não conseguindo andar.
4- Dizemos que a democracia é uma invenção grega, mas dela se origina o nome. A sociedade viking possuía um modelo muito mais próximo do atual do que a sociedade grega. O voto tinha igual peso tanto para homens quanto para mulheres livres.
5- Uma mulher que sofria abuso por parte de qualquer homem tinha o direito legal de assassinar aquele homem desde que comprovada sua culpa. Mesmo uma escrava poderia fazer tal pedido ao seu senhor/senhora. O julgamento ocorria da mesma forma que para cidadãos livres.
6- Homens eram viris e não podiam apresentar traços de feminilidade, não importando seu comportamento sexual. Nenhum homem ou mulher era discriminado por suas práticas sexuais (à excessão da pedofilia, que era passível de morte mediante tortura). A noção de maioridade sexual que você tem hoje é herança dos vikings e dos povos celtas e frísios, já que na sociedade cristã na época era comum a pedofilia, sobretudo em Roma e nos reinos da Inglaterra medieval. Uma mulher viking podia se casar aos 14 anos, mas só poderia iniciar suas relações sexuais após os 16 anos, ao marido era reservado o direito de escolher uma parceira sexual nesses casos até que a mulher atingisse a maioridade sexual, embora a mesma pudesse negar ao marido tal direito, em Roma a prostituição de crianças de 6-8 anos era comum e a mulher não tinha direito de escolha.
7- Um crime de assassinato era punido pela pena de morte mediante julgamento com voto aberto de toda a sociedade viking, crimes menores eram punidos na igual proporção de seu efeito, o conhecido “olho por olho, dente por dente”.
8- Qualquer indício de corrupção por parte dos governantes era moralmente intolerado pela sociedade viking e passível de pena de morte e destituição dos títulos e propriedades da família.
9- O divórcio também era amplamente tolerado pela sociedade viking, uma mulher não era tratada com nenhum tipo de preconceito por ser divorciada, mesmo que tivesse filhos.

Lembrando que estamos falando de mais de 1.500 anos atrás… E você aí se achando muito evoluído…

Sacerdote Wieland Hanemann

3º Chakra – Manipura

o eremita

solar_plexusContinuando com a Série Chakras e sua importância para nós, seguimos com o Svadhisthana que é o segundo chakra dos 7 mais importantes e conhecidos.

(Chacra órgão genital e base da barriga)

Nome em sânscrito: SWADHISTANA (“Fundamento de si próprio”)

Pétalas: 6.

Mantra: Vam.

Localização: Abaixo do umbigo.

Cor: Laranja.

Elemento: Água.

Funções: Força e vitalidade física.

Qualidades Positivas: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.

Qualidades Negativas: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.

Para os hindus, é o Swadhisthana (ou cidade do prazer, em sânscrito), encontra se nos testículos (homem) e ovários (mulher).

O chacra sexual energiza toda a área genital e urinária, também cuida da filtragem e circulação de líquidos. É regido pelo elemento água (vinculado às relações interpessoais, à autoestima, ao amor-próprio).

Também pode ser chamado de chacra sacro, e apresenta a cor laranja, roxa ou vermelha (dependendo das circunstâncias). É o chacra da troca sexual e da alegria.

Quando está bloqueado, causa impotência sexual ou desânimo, problemas de relacionamento, baixa autoestima. Quando hiperativo, causa intenso desejo sexual e outras compulsões. Se o chacra sexual estiver saudável, ele estimula o melhor funcionamento dos outros chacras e ajuda no despertar da kundalini; a pessoa tem uma autoestima equilibrada, consegue aproveitar e apreciar os prazeres da vida.

Até Mais nos próximos posts.

Esta gostando do blog? Deixe seu comentário, ou entre em contato com mais sugestões de posts.

Gratidão.

315338_10200279771090804_1881779686_n