Uso prático e mágico das runas

Falando com as Runa (1)

Já falamos por aqui que cada runa está ligada a uma ideia, um sentimento, um momento.Cada símbolo emana uma energia especifica quando utilizado.  Eram usadas na demarcação de túmulos, inscrições sobre pedras, armas (espadas e escudos), na entrada das casas, na poesia, etc. E se eram usadas nos tempos antigos, elas podem e devem ser usadas no dia a dia. São símbolos de proteção em primeiro lugar. Você pode usa-las em se pingentes, desenhos, e na magia de uma forma geral. Riscadas em velas ou dentro de círculos mágicos ou ainda potencializando magias e rituais para amor, saúde, prosperidade, entre outros. Em casa, em quadros e espelhos para atrair e afastar determinadas energias. Também auxiliam no reequilíbrio energético, espiritual e emocional.

Particularmente gosto de aliar a magia rúnica com a magia de cozinha. E isso pode ser feito de várias formas, desde o canto ou sussurro das runas durante a feitura do alimento, até acender uma vela com a runa riscada combinando runa, cor de vela e intenção do desejo.

Abaixo segue uma receita e um exemplo do uso prático e mágico das runas.

Uma receita para reequilíbrio energético com o auxílio das runas…

Pão de Eixoshutterstock_93424165-1

Ingredientes:
4 tabletes de fermento biológico fresco
2 copos tipo americano de leite
2 ovos grandes
Farinha de trigo até dar o ponto (mais ou menos umas 700g)
1 colher rasa de sobremesa de sal ou açúcar ou mel

Modo de preparo:
Colocar todos os líquidos, dissolver o fermento e mexer até ficar homogêneo. Acrescente o sal para a receita salgada ou o açúcar ou mel para a receita doce. Vá acrescentando a farinha aos poucos e sovando a massa.
*Se deseja centralização e reequilíbrio trabalhe a massa sovando de fora para o centro e mentalize runas de equilíbrio e foco.
Exemplo: Nauthiz, Tiwas, Isa …

 

*Se deseja trabalhar expansão trabalhe a massa sovando do centro para fora e mentalize runas de expansão.
Exemplo: Sowelo, Dagaz, Wunjo …

 

Asse em forno médio até dourar.

Você também pode desenhar a runa no pão quanto terminar de sovar.
Se puder antes de começar acenda uma vela e um incenso na cozinha.

Sirva com chá ou um café bem quentinho ou quem sabe um bom vinho. Fica ótimo!

Abraços e até breve!

Ligia Raido

Anúncios

MABON – Equinócio de Outono

thanksgiving-harvest1920-1200

O equinócio de outono conhecido como Mabon acontece por volta do dia 21 de Março no hemisfério sul.

O equinócio é uma época de grande poder. O Equinócio de outono marca o final de um ciclo e o começo de outro. É um momento de olhar para trás, descobrir quais foram os erros e os acertos, e planejar os próximos passos. Época do equilíbrio, e do tempo de se fazer uma avaliação de tudo aquilo que foi plantado e colhido, e de dar graças. As folhas começam a cair e o Sol a minguar rapidamente. A natureza declina e se prepara para a chegada do inverno.

download

BEBIDA MÁGICA DE MABON

A bebida mágica de Mabon consiste de:

– Sidra de maçã quente;  canela, e pequenas rodelas de maça.

Essa bebida sagrada tem um significado profundo. A maçã rege o coração, a sidra representa o “eu”, por si só já é uma poção de amor. Mas quando misturada com canela, que é governada pelo Sol, representa a essência solar e, ao ingerirmos esta bebida, é como se estivéssemos ingerindo a própria luz do Sol.

 

 

Ligia Raido e Equipe Cartomantes de Sara deseja um

Feliz Mabon à todos!

 

Para começar o AMOR!

Olá Pessoal, eu sou a Lili

Sou a gestora do site Cartomantes de Sara e gostaria de aproveitar uma data mundial que é o dia de São Valentim. É o Santinho responsável pelo amor dos casais no mundo. Aqui no Brasil a data é comemorada em 12 Junho e é dedicado a Santo Antonio. Mas a energia mundial é maravilhosa nessa data de 14 Fevereiro e muitas rosas, chocolates, biscoitos são dadas uns aos outros nesse dia e me lembrei de duas receitas que uma Bruxa e Amiga postou em seu Blog.

Segue abaixo a de uma poção chamada Poção Nr. 9 para Abertura dos Caminhos no amor.

De preferencia para uma a sexta-feira no horário de Vênus (6h,13h e 20h) , acenda uma vela rosa e um incenso de rosa. Coloque em um litro de álcool de cereais ou em um litro de vodka (da o mesmo efeito poção apenas para uso externo não serve pra beber):

  • 6 quartzos rosa
  • 2 laranjas picadas sem casca
  • 1 cálice de champagne
  • 1 colher de sobremesa de mel
  • 2 paus de canela
  • 6 rosa vermelha
  • 6 gotas de essência de chocolate
  • 6 gotas de essência de baunilha
  • 6 gotas de essência de almíscar

Deixe repousar por 21 dias sobre a luz da lua. Use gotas desse perfume para abrir seus caminhos no amor.

Biscoitinho do Amor

6

 Ingredientes

Quant. Item Regência
4 xícaras de farinha de trigo  480g Sol
2 colheres (sopa) de cacau em pó
5 colheres (chá) de mandrágora (gengibre) ralado Saturno /sol
2 colheres (chá) de canela em pó Mercúrio/sol
1 colher (chá) de cravo em pó Sol
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de sal Lua
1 1/4 de xícara de manteiga em temperatura ambiente (250 g) Sol
1 xícara de açúcar (180 g Lua
1 ovo em temperatura ambiente, batido Sol
1/2 xícara de melado de cana

Modo de Fazer:

o_facecoverz.com-1390477064335

O gengibre é versão moderna da mandrágora, poderoso afrodisíaco dos tempos da Idade Média. Realize este ritual quando alguém de sua família estiver precisando de mais energia, ou até mesmo para que você não perca o pique nas festas. Antes de tudo, tome um demorado banho morno, enxaguando-se com um chá de louro. Seque-se naturalmente e quando isto houver ocorrido, passe óleo de canela em seu corpo e vista-se com roupa leve, amarela ou vermelha, sem nada mais por baixo. Queime incenso e acenda uma vela amarela e outra vermelha.  Espalhe canela em pó pelo chão.  Coloque uma sinfonia de Mozart, respire fundo e deixe que a música e o perfume tomem conta de você. Então, numa tigela grande, peneire a farinha, o cacau, a mandrágora, a canela, o cravo, o bicarbonato e o sal. Misture bem e reserve. Na batedeira, misture a manteiga com o açúcar e bata até virar creme leve. Junte o ovo e bata mais um pouco. Gradualmente, acrescente o melado. Diminua a velocidade da batedeira e, aos poucos, adicione os ingredientes secos, batendo até ficarem misturados. Vire a massa sobre uma superfície com farinha e amasse, sem fazer força. Divida a massa em 4 porções e achate cada uma num disco de 15 cm de diâmetro. Cubra cada pedaço com filme plástico e leve para gelar por 4 horas ou de um dia para o outro. Preaqueça o forno a 180o graus (moderado). Forre 2 ou mais assadeiras com papel-manteiga e polvilhe com farinha. Abra a massa numa espessura de 5mm e corte com cortadores de biscoito em forma de coração. Transfira com uma espátula para a assadeira e asse por 10 a 20 min. ou até as beiradas dourarem. Deixe esfriar na assadeira até ficarem firmes. Deixe esfriar totalmente, decore com a glace, espere secar e depois guarde em vasilhame bem fechado.

Consuma e compartilhe esses biscoitos para atrair seu amor e para quem tem um amor dure coma junto com ele acompanhando um cha de maça com canela .

Aproveite!

Agradecimentos a Tania Gori

Olá Pessoal, eu sou a Lili (2)

 

Bolo do Reis

O bolo de Reis tem sempre um presente e uma fava. Acredita-se na lenda que quem tirar o presente (a moeda nesse caso) diz que terá um ano prospero e quem tira a fava é o próximo a fazer o bolo de Reis no ano seguinte. Segue a baixo nossa receita de BOLO DE REIS.

bolo-de-reis

Ingredientes

  • ¾ xícara (chá) de açúcar;
  • 1 xícara (chá) de manteiga;
  • 4 ovos;
  • 1 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo;
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó;
  • ½ xícara (chá) de vinho do porto;
  • 1 maçã verde;
  • ½ xícara (chá) de cereja;
  • ½ xícara (chá) de ameixa preta;
  • ½ xícara (chá) de uvas passas;
  • ½ xícara (chá) de nozes picadas;
  • ½ xícara (chá) de frutas cristalizadas.
  • 1 MOEDA (Lave-a bem antes de colocar no bolo)
  • 1 FAVA

PASSO A PASSO

  • Em um recipiente coloque as ameixas, as uvas passas, as nozes, as frutas cristalizadas, as cerejas picadas, a maçã e o vinho do porto. Reserve no vinho por aproximadamente 2 horas para umedecer as frutas. Em um recipiente coloque o açúcar e a manteiga. Misture. Adicione os ovos e mexa. Acrescente a farinha e bata com auxílio de uma colher até obter uma massa lisa. Agregue as frutas reservadas e o fermento em pó. Coloque em uma assadeira redonda, untada e polvilhada. Coloque uma moeda de um lado do bolo e a fava do outro lado. Leve ao forno pré-aquecido 180°C por 30 a 35 minutos. A seguir, retire do forno e regue com o glacê. Decore com frutas secas.
  • GLACÊ: Coloque o açúcar em um recipiente e adicione o leite aos poucos. Mexa até adquirir consistência desejada.
  • DICA: Se desejar, coloque gotas de limão no glacê.

Sirva o bolo com um café quentinho.

A simbologia, a lenda e a real história que envolvem o bolo-rei

Por detrás do bolo-rei está toda uma simbologia com 2000 anos de existência. De uma forma muito resumida, pode dizer-se que esta doce iguaria representa os presentes que os três Reis Magos deram ao Menino Jesus aquando do seu nascimento. Assim, a côdea simboliza o ouro; as frutas, cristalizadas e secas, representam a mirra; e o aroma do bolo assinala o incenso.

Ainda na base do imaginário, também a fava tem a sua “explicação”. Reza a lenda que, quando os Reis Magos viram a estrela que anunciava o nascimento de Jesus, disputaram entre si qual dos três teria a honra de ser o primeiro a brindar o Menino. Com vista a acabar com aquela discussão, um padeiro confeccionou um bolo escondendo no seu interior uma fava. O Rei Mago a quem calhasse a fatia de bolo contendo a fava seria o primeiro a entregar o presente. O dilema ficou solucionado, embora não se saiba se foi Gaspar, Baltazar ou Belchior o feliz contemplado.

Historicamente falando, a versão é bem diferente. Os romanos usavam as favas para a prática inserida nos banquetes das Saturnais, durante os quais se procedia à eleição do Rei da Festa, também designado Rei da Fava. Este costume terá tido origem num jogo de crianças muito frequente durante aquelas celebrações e que consistia em escolher entre si um rei, tirando-o à sorte com as favas.

Este inocente jogo acabou por ser adaptado pelos adultos, que passaram a fazer uso das favas para votar nas assembleias. Dado aquele jogo infantil ser característico do mês de Dezembro, a Igreja Católica decidiu relacioná-lo com a Natividade e, depois, também com a Epifania (os dias entre 25 de Dezembro e 6 de Janeiro). Esta última data acabou por ser designada pela Igreja como Dia de Reis, altura em que algumas famílias, nomeadamente em Espanha, procuram manter a tradição, não só comendo o bolo-rei como aproveitando a ocasião para distribuir os presentes pelas crianças.

Para além desta, havia uma outra tradição, da qual poucos terão conhecimento, que afirmava que os cristãos deveriam comer 12 bolos-reis, entre o Natal e os Reis, festa que muito cedo começou a ser celebrada na corte dos reis de França. O bolo- -rei terá, aliás, surgido neste país, no tempo de Luís XIV, para as festas do Ano Novo e do Dia de Reis. Com a Revolução Francesa, em 1789, a iguaria foi proibida, mas, como bom negócio que era, os pasteleiros continuaram a confeccioná-lo sob o nome de gâteau des san-cullottes.

Por cá, depois da proclamação da República, a proibição do bolo- -rei esteve também prestes a acontecer. No entanto, passado esse período negro, a história deste bolo tem sido um sucesso e todas as confeitarias e pastelarias se enchem de clientes para adquirir o rei das iguarias nesta quadra festiva.

http://www.dn.pt/arquivo/2005/interior/a-simbologia-a-lenda-e-a-real-historia-que-envolvem-o-bolorei-633068.html

Bolo de Natal (Comemoração a árvore de saturnalia)

arvoreBolo de Natal (Comemoração a árvore de saturnalia)

Tempo de Preparo: 1h 00min Rendimento: 12 porções

Ingredientes

  • 3/4 de xícara (chá) de frutas cristalizadas picadas
  • 125 g de cerejas em calda escorridas e picadas
  • 1/2 xícara (chá) de ameixas pretas secas, picadas, sem caroço.
  • 1/2 xícara (chá) de uvas-passas pretas
  • 1/2 xícara (chá) de nozes picadas
  • 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de manteiga em temperatura ambiente
  • 3/4 de xícara (chá) de açúcar
  • 4 ovos
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 xícara (chá) de leite condensado
  • Frutas cristalizadas, nozes e cerejas para decorar.

Glacê:

  • 1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
  • 3 colheres (sopa) de leite
  • 2 colheres (sopa) de suco de limão

Modo de preparo:

  1. Pré-aqueça o forno à 150ºC.
  2. Em uma tigela misture as frutas cristalizadas, as ameixas, as cerejas, as passas e as nozes com 1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo.
  3. Reserve
  4. Em uma tigela grande bata a manteiga e o açúcar até ficar uma mistura fofa.
  5. Adicione os ovos, o fermento, a farinha e o leite condensado.
  6. Bata na batedeira até ficar homogênio.
  7. Acrescente à massa as frutas secas reservadas.
  8. Coloque em uma fôrma de furo central (22 cm de diâmetro) untada e polvilhada com açúcar e, se tiver alguma bolha de ar, bata em uma superfície até que saiam.
  9. Leve para assar por 45 minutos ou até que enfiando um palito ele saia limpo.
  10. Retire do forno e deixe uns 30 minutos na fôrma.
  11. Desenforme e deixe esfriar completamente.
  12. Misture os ingredientes do glacê e decore o bolo com colheradas dessa mistura e espalhe por cima as frutas secas.

 

 

Rabanada de panetone (Natal pagão)

rabanada-postRabanada de panetone

(Natal pagão)

Tempo de Preparo: 40min Rendimento: 8 porções

Ingredientes

  • 1 panetone de 500 g fatiado
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 latas de leite comum
  • 3 ovos
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 1 xícara de chá de uvas passas
  • 100 g de coco em flocos

 

Modo de preparo:

  1. Misture o leite condensado, o leite comum, os ovos e a essência de baunilha.
  2. Em um refratário coloque o panetone fatiado.
  3. Sobre ele a mistura de leite condensado, as uvas passas e a coco em flocos.
  4. Leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até que doure.
  5. Sirva morno ou se quiser gelado.

 

Por Bruxa Lili

Torta coringa Lili

tortaPara usar nos intervalos das refeições ou lanche da tarde

3 xicaras de farinha de trigo

2 xicaras de leite

1/2 óleo

3 ovos

1 colher de sal

Tomate, nozes, castanhas, orégano, milho, cebola se quiser pode colocar peixes, ou carne seca, calabresa.

Em junho substitua por pinhão, e milho.

 

Receita da Bruxa Lili