Como surgiram os nomes dos dias da semana 

img_como_surgiram_os_nomes_dos_dias_da_semana_10187_orig

Na língua portuguesa, a origem dos nomes dos dias da semana vem da Idade Média. O domingo, derivado do latim “dies Dominica”, dia do Senhor, é considerado o último da semana para os cristãos. Ou seja, o sétimo, quando Deus descansou da criação do mundo. Era no dia da missa que havia maior aglomeração de pessoas e, por isso, os agricultores se reuniam em torno da igreja para vender seus produtos – o primeiro dia de feira. O dia seguinte, consequentemente, era o segundo, a segunda-feira. E daí por diante até chegar o sábado, cuja origem é o termo hebraico shabbatt, considerado o último da semana para os judeus.

Essa relação da feira com a missa deu origem também a outras palavras. “O termo latim fillius ecclesiae significa filho da Igreja, da assembleia. Ele originou as palavras ‘freguesia’, como ainda denominamos algumas paróquias, e ‘freguês’, do comércio”, explica o professor José Augusto Carvalho, linguista, professor do Departamento de Línguas e Letras da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Em alguns outros idiomas ocidentais, o padrão adotado é diferente e segue os nomes dos planetas. Os primeiros descobertos pelos astrônomos são, na ordem, Saturno, Júpiter, Marte, Vênus e Mercúrio. Colocando a Lua por último e o Sol no centro do sistema, a ordem astrológica fica: Saturno, Júpiter, Marte, Sol, Vênus, Mercúrio e Lua. O próximo passo é analisar como ficou então a sequência dos dias. “Quatro é considerado um número cabalístico, pois são quatro elementos da natureza, quatro estações do ano e muitas outras coisas são organizadas dessa forma”, explica o professor José Augusto Carvalho.

Usando, portanto, o número quatro, e contando a partir de Saturno, o primeiro planeta conhecido, chega-se ao Sol, do inglês Sun – Sunday, o primeiro dia da semana. Para o segundo dia, começa-se a conta em Sol e chega-se ao quarto que é Lua – Moon – Monday. E assim até Saturday, sábado, de saturno. Porém, em inglês, Tuesday, Wednesday, Thursday e Friday diferem dessa lógica, oriundos da mitologia nórdica.

A terça-feira, Tuesday, é um termo oriundo de Tyr – deus da Guerra. Thor por sua vez, origina Thursday, a quinta-feira. O pai de todos, Odin, inspira Wednesday, a quarta. E, finalmente, a sexta é consagrada à deusa Freya, de onde veio Friday.

Em espanhol, francês e italiano, os dias também são contados pela ordem astrológica, mas sábado e domingo seguem a mesma lógica do português.

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/fundamentos/como-surgiram-nomes-dias-semana-494619.shtml

14218113_1170642489646092_465038785_n

Anúncios

Vamos Falar de Runas?

 

Falando com as Runa (1)e62071ac910c2f09fd4a59306710c81d

 

 

Você sabia que cada dia da semana existe uma referência Nórdica?

Para cada dia da semana há uma correspondência com os deuses das runas.

Confira:

Frigga15

Segunda– feira (em Dinamarquês Mandag ou Maandag) é dia de Frigg. Ou Frigga, “a amada”, é a deusa da fertilidade, da união, do amor, ela também protege as famílias, as mãe e as donas de casa, é considerada como um símbolo de doçura, ela é senhora de Asgard.

 

 

 

tyr_by_righon-d48jhl5

Terça – feira (em Dinamarquês Dinstag ou Thinstag) é dia de Tyr. Além desse mito no qual Tyr aparece como símbolo do auto – sacrifício em prol da comunidade, são poucas as referencias que existem sobre ele; sabe – se mais de sua atribuição como padroeiro da justiça. O dia terça – feira recebeu seu nome, seja como Tuesday, em inglês, ou Dienstag, em alemão (derivado deThinstag, dia da assembléia legal Thing).

 

 

odin_by_righon-d47l65v

Quarta -feira (em Dinamarquês Woensdag ou Onsdag)  é dia de Odin. A QUARTA-FEIRA, dia que é dedicado ao deus Odin, tomou as denominações, no inglês, wednesday (antigo saxão, wôdanes dag, anglo-saxão, vôdnes dag), no holandês, woensdag (médio-neerlandês, woensdach), no sueco e dinamarquês, onsdag (Old Norse, odinsdagr), e no dialeto da Vestefália, godenstag ou gunstag.

 

 

thor_by_righon-d4c7euy

Quinta -feira (em Dinamarquês Donderdag ou Torsdag) é dia de Thor. É o mais forte dentre deuses e homens, é um deus de cabelos vermelhos e barba, de grande estatura, representando a força da natureza (trovão) no paganismo germânico, disparando raios com o seu poderoso martelo Mjolnir. Os anglo-saxões deram o nome de Thor ao quinto dia da semana, Thursday, ou “Thor’s day” (quinta-feira, em inglês); o mesmo aconteceu entre os escandinavos que chamaram a quinta-feira de “Torsdag”.

 

freyja_by_righon-d4c7e2q

Sexta -feira (em Dinamarquês Vrijdag ou Fredag) é dia de Freya. Deusa-Mãe da dinastia de Vanir na mitologia nórdica. Filha de Njord e Nerthus, o deus do mar, e irmã de Frey, ela é a deusa do sexo e da sensualidade, fertilidade, do amor da beleza e da atração, da luxúria, da música e das flores.

 

 

 

nornesSábado (em Dinamarquês Zaterdag ou lørdag) é dia das Nornes. As Nornes são um clã de deuses da mitologia nórdica. A sua função é controlar a sorte, o azar e a providência. Elas também zelam pelo cumprimento e conservação das leis que regem as realidades dos homens, dos deuses, dos elfos/duendes, dos anões, dos dragões e de todos os seres míticos

 

 

balder-3

Domingo (em Dinamarquês zondag ou søndag) é dia de Baldur. Baldur era considerado um deus misterioso, enigmático e pouco se sabe a cerca de seu mito. Ele era filho de Odin e Frigga. Marido de Nanna e pai Forseti. Era amado por praticamente todos.

 

 

 

 

Quer saber mais converse com nossa Runóloga Ligia Raido

Textos Extraidos: https://iniciacaoasrunas.wordpress.com/

Imgens: http://righon.deviantart.com/art/Shadows-of-the-dead-200126681

e Universo Fantástico